Carlinhos Brilhante

0
158

C

arlos Antônio do Nascimento foi rebatizado como Carlinhos Brilhante, lá pelos idos dos anos 70, em sua passagem pela agremiação Em Cima da Hora. Pai de três filhos e filho de uma lavadeira. Na infância morou na Glória, na Rua Cândido Mendes, foi lá que começou nos blocos e passou a frequentar as escolas de samba, começou na Unidos do Jacarezinho, em 67, tocava bateria e repinique. Como Mestre-Sala começou em 77. Nos anos 90 deu aula de Mestre-Sala junto com o Mestre Manoel Dionísio.

Quando fala sobre si mesmo de como tudo começou Brilhante resume: – “Eu tocava bateria, repinique, mas o meu sonho era ser mestre-sala. Eu olhava e achava bonito. E lá me deram uma roupa de cetim, um sapato, e disseram: “- Carlinhos você vai desfilar na escola.”  E eu caí dentro e me dei bem! Todo mundo disse que eu dançava bem e que (ao) invés de ser ritmista eu deveria ser um grande mestre-sala.”.

 Trajetória nas Escolas 

1967 – Unidos do Jacarezinho – Ritmista e estreou como Segundo casal 

1977 – Acadêmicos do Miguel Couto – Segundo casal 

1978 – Em Cima da Hora – Segundo casal 

1981 – Unidos de Nilópolis – Segundo casal 

1980 a 1982 – Acadêmicos do Salgueiro – Segundo casal 

1983 a 1994 – Unidos de Vila Isabel – Começou como segundo casal e, em seguida, passou a primeiro. 

E eu caí dentro e me dei bem! Todo mundo disse que eu dançava bem e que (ao) invés de ser ritmista eu deveria ser um grande mestre-sala.

1986 e 1987 – Arco-Íris (Belém do Pará) – Primeiro casal 

1996 – Engenho da Rainha – Segundo casal 

2000 – Portela – Harmonia de Mestre-Sala e Porta-Bandeira 

2001 – Portela – Desfilou ao lado de Dodô 

2002 – Império do Serrado (Brasília) – Segundo casal 

2004 – Império do Morro (Mato Grosso do Sul) – Segundo casal 

Nos anos 90 deu aula de Mestre-Sala junto com o Mestre Manoel Dionísio.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCandonga
Próximo artigoAniz Abraão David

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui